25 de mai de 2011

Estação Stand-up faz sua 5ª temporada em junho, na Tijuca.



O Estação Stand-up, grupo de stand-up comedy formado por Daniel Belmonte, Rafael Studart e Nigel Goodman traz para a Tijuca a sua 5ª temporada, com muito humor e garantia de boas gargalhadas.



O humorista de stand-up comedy geralmente não utiliza figurinos ou acessórios e não interpreta um personagem, ficando sozinho no palco, com banquinho, pedestal e microfone, munido apenas de sua forma particular de enxergar o mundo. Com texto próprio, faz suas observações críticas e engraçadas. Para além de apresentar os textos de stand-up, a proposta é levar o público a  embarcar também nas criações improvisadas e divertidas do grupo.

No espetáculo, além da apresentação dos integrantes do grupo e dos convidados (oriundos de grupos de destaque no stand-up), abrimos espaço para iniciantes testarem seus textos, no momento chamado Open Mic (“microfone aberto”).

A 5ª temporada do  Estação Stand-Up será realizada às quintas de junho de 2011, às 20h, no Teatro Municipal Ziembisnki, Rua Heitor Beltrão, s/n, Tijuca (em frente ao metrô São Francisco Xavier). Os ingressos custarão R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia) ou R$ 12,00, com a filipeta acima.

Quer garantir seu ingresso VIP para a estreia, no dia 02/06? Então fique ligado nas nossas redes sociais, pois vão rolar pares de ingressos.

Siga @tijucultural, curta a página no facebook e adicione o perfil lá também, além de ficar ligado aqui no blog.

24 de mai de 2011

Fim de maio com cultura pertinho de casa!



SESC TIJUCA
Rua Barão de Mesquita, 539. Tijuca.

- Geringonça

Aperte F5 - Direitos autorais e a Internet
26 de maio, às 18h. Grátis.



- Cineclube Infantil - Tijuquinha

Curta Criança 2
29 de maio, 13h30. Grátis

  • O Homem que Bota Ovo (Rafael Conde)
  • Cada um com seu Cada Qual (Flávia Castro)
  • O Sapo (Adolfo Sarkis)
  • Meus Amigos Chineses (Sergio Sbragia)
  • Tratamento de Liligrafia (Frederico Pinto)
  • As Coisas que Moram nas Coisas (Bel Bechara e Sandro Serpa)
  • Malasartes vai à Feira (Eduardo Goldenstein)


- Cine Como Le Gusta

A Cidade E Seus Personagens. Curtas. Brasil.
28 de maio, 15h. Grátis.

Documentários, animação e um filme de ficção com estilos bastante diferentes compondo este programa. Oficina Perdiz. Dir. Marcelo Díaz (DF,2006), Paola. Dir. Eduardo Chaves (PB,2004), Na Corda Bamba. Dir. Marcos Buccini (PE,2006), Lurdinha a Vendedora de Ilusões. Dir. Cesar Cavalcanti (SC,2007), Porr Gentileza. Dir. Dado Amaral (RJ,2002), Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança. Dir. Eduardo Goldenstein (RJ,2003). Na abertura da sessão MELHORES MINUTOS DE 2007. Classificação 12 anos.


- Teatro

Sonhos para Vestir
27, 28 e 29 de maio, às 20h. R$ 4,00 (comerciários),  R$ 8,00 meia, R$ 16,00 inteira.






CENTRO DE REFERÊNCIA DA MÚSICA CARIOCA
Rua Conde de Bonfim, 824. Tijuca.






TEATRO ZIEMBINSKI
Rua Heitor Beltrão, s/nº - Tijuca (Praça São Francisco Xavier)

- O Reino Desencantado
28 e 29 de maio, às 16h.
R$ 20,00 a inteira, R$ 10,00 a meia.



- Roliúde
27, 28 e 29 de maio, às 20h.
R$30,00 inteira, R$ 15, 00 meia

O espetáculo Roliúde conta a vida de Bibiu, um sertanejo típico que ganha a vida contando histórias pelas ruas e praças públicas do Brasil. Mas suas histórias são bem peculiares, nada mais, nada menos que os maiores clássicos do cinema mundial, como Casablanca, E o vento levou, King Kong, Em busca do ourou entre outros. Com seu ponto de vista bastante pitoresco, ele mostra o que as famosas “fitas” têm em comum com sua vida, e vice-versa. Em um palco quase nu, o espetáculo é uma referência ao trabalho original do contador de histórias, cuja arte se resume a ele, e nada mais.

É uma tradição oral, exigindo que o ator desempenhe diversos papéis, crie imagens na mente do espectador, faça sua própria sonoplastia. E eis que surgem, no mesmo palco, o poderoso chefão, Marilyn Monroe, Rick Blaine, Scarlett O’Hara e muitos outros ícones do cinema, na visão de um sertanejo malandro e arlequinesco.

A comédia é uma adaptação para os palcos de Roliúde, um romance pitoresco, aventuroso e cinematográfico do consagrado escritor e jornalista pernambucano Homero Fonseca.
www.roliude.com.br


ESPAÇO DAS ARTES DE AaZ
Rua Araújo Pena 88. Tijuca.


- Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau

Uma menina muito sapeca, ganha de sua avó um lindo Chapéu vermelho, com uma capinha. A menina adorou o presente e de tanto usá-lo, todos apelidaram de Chapeuzinho Vermelho. Um dia sua vovó ficou doente e a menina foi visita-lá levando uma cesta de doces para ela. No caminho encontra um lobo muito malvado que tenta engana - lá, para chegar primeiro na casa da vovó, mais o Teco descobre o plano e avisa o caçador, juntos tentam capturar o lobo em uma grande aventura com muito humor.

Horário: Sábados e domingos às 16h30min.
Ingresso: (inteira)R$ 20,00. Imprima seu cupom de desconto pelo site:
http://www.espacodasartesaz.com.br/
Tel. 3872-3735.
Duração: 50 minutos.
Temporada: 14 de maio a 31 de julho 2011.


TIJUCA TÊNIS CLUBE
Rua Conde de Bonfim, 451. Tijuca.

- Nova programação social

Roda de Samba "Numa Boa"
27 de maio, às 21h. 
R$ 10,00 não-sócio, R$ 5,00 sócio


- Teatro

A Falecida
28 e 29 de maio, às 20h.
R$ 20,00 inteira, R$ 10,00 meia

               

Maracanã lotado na final do campeonato do Rio de Janeiro. Apostas são feitas regadas a cerveja nos botecos da cidade. Ao mesmo tempo um enterro acontece... Entre lamentações e gritos de gol acompanhamos a tragédia de Zulmira, uma jovem convertida que prepara para si um enterro glorioso... Tuninho, marido de Zulmira, dividido entre o jogo no estádio, o velório e revelações bombásticas, vê as certezas de sua vida desaparecerem. Uma das mais divertidas tragicomédia de Nelson Rodrigues.

Meia entrada para estudantes, idosos, classe artística, sócios do clube e lista amiga enviando nomes para barcarolateatro@gmail.com.


Léa, Cléa e Azaléia
27 de maio (todas as sextas de maio e junho), às 20h.
R$ 20,00 inteira, R$ 10,00 meia

A Companhia dos Novos apresenta a peça Léa, Cléia e Azaléia, com texto de Luciano Rocha, Direção de Jhonas Araújo e Co-Direção de Vivian Rodrigues, com Jhonas Araújo, Douglas André, Bruno Carvalho, Caco Rodrigues, João Vicente Bessa e Evandro Machado.

A peça narra a vida de três irmãs: Léa(Jhonas Araújo), uma “piriguete” candidata a dançarina de bandas de pagodes, Funk ou Escolas de Samba; Cléia (Douglas André), uma péssima atriz iniciante;e Azaléia (Bruno Carvalho), uma jovem que pretende ser modelo mesmo não tendo predicados para tal. As três irmãs sonham com um futuro profissional de sucesso e um grande amor. Escancaradas e algumas vezes desequilibradas, as irmãs Léa, Cléia e Azaléia são uma boa dica para rir. Afinal rir é um ótimo remédio.

A Bela e Fera
28 e 29 de maio, às 17h.
R$ 20,00 inteira, R$ 10,00 meia

Clássico infantil no Teatro Henriqueta Brieba mostra que a beleza não importa.

O musical conta a história de um príncipe que, por seu egoísmo, foi amaldiçoado. A saída para desfazer o feitiço é encontrar o amor verdadeiro. Nesse contexto, aparece a Bela que, com o tempo, passa a admirar e amar a Fera por sua verdadeira beleza, a interior.


UERJ
Rua São Francisco Xavier, 524 - Maracanã.

- Aula Aberta com Bia Bedran
30 de maio de 2011, às 15h. Grátis.
Teatro Noel Rosa/Centro Cultural da UERJ

Reconhecida como uma das mais bem sucedidas artistas dedicadas ao público infantil no país, Bia apresenta, de maneira lúdica e criativa, a antiga arte de cantar e contar histórias, tema de sua dissertação de mestrado, defendido no programa Ciência da Arte da Universidade Federal Fluminense.- UFF.

Por meio de brincadeiras, dinâmicas e atividades musicais, ela apresenta um repertório composto por canções de sua atoria e também da tradição oral e, assim, provando que literatura, música e educação caminham harmonicamente.

- Nos Passos da Dança

26 de maio, 10h e 15h. Grátis.
Teatro Odylo Costa

No dia 26 de maio, quinta-feira, às 10h e às 15h, o Departamento Cultural da UERJ apresentará o Projeto “Palco das Escolas”, no Teatro Odylo Costa, filho. O Projeto é responsável pela produção, divulgação e socialização de conhecimentos através das artes. Nesta edição, a universidade receberá o espetáculo “Nos Passos da Dança”. O evento, que estava inicialmente marcado para o dia 26 de abril, foi cancelado devido à forte chuva que ocorreu no Rio de Janeiro neste dia. A classificação é livre e a entrada é franca.


“Nos passos da dança” apresenta um roteiro desenvolvido através da pesquisa histórica, que mostra a evolução da dança ao longo do tempo, retratando diferentes épocas.  Proporciona uma viagem pela história, que é contada através do movimento, corpo, espaço, música e dança. Dividido em 6 blocos e composto por 18 bailarinos do projeto "Dançar a Vida", o espetáculo contará de forma lúdica e divertida a trajetória da dança, desde a época da corte dos reis da renascença até os dias atuais. Direcionado a todos os tipos de público, crianças, jovens e adultos poderão participar desta aventura.

O “Palco das Escolas” é voltado especialmente para os estudantes da rede pública. Isso se deve à preocupação do projeto em termos sociais, com o objetivo de proporcionar o acesso aos bens artístico-culturais, contribuindo para sua formação acadêmica e sensível.

13 de mai de 2011

Fim de semana com cultura



Segue abaixo o melhor da programação cultural do fim de semana.


 - Centro de Referência da Música Carioca
Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca (esquina com a Rua Garibaldi)


Convite Virtual Desta Semana

- Centro Coreográfico
Rua José Higino, 115 - Tijuca



- SESC Tijuca
Rua Barão de Mesquita, 539 - Tijuca

Projeto Domingo Alternativo
Evento que promove ações de cidadania, alimentação saudável, consumo responsável, práticas sustentáveis e consciência ecológica. Multiplicando a idéia da sustentabilidade nas pequenas ações do cotidiano buscando o equilíbrio e o bem estar.

Dia 15/05 a partir das 11h
Classificação livre

Programação Gratuita:

Feira de Produtos Orgânicos e Artesanato – O Projeto Alimentos Orgânicos para Todos visa popularizar o consumo de alimentos orgânicos, a sustentabilidade e valorização da agricultura familiar orgânica garantindo a população carioca o consumo de produtos vegetais produzidos ecologicamente corretos e não modificados geneticamente.

Feira de trocas - Espaço para pessoas, instituições ou projetos mostrarem e trocarem seus objetos e serviços. Visando refletir sobre formas de economia solidária, troca-se e aprende-se com as próprias experiências! “(…)A feira de trocas é um lugar onde a gente leva coisas para trocar e não precisa levar nenhum real.

Oficina de Chinelo de Jornal – com a artesã Tânia Muellas.

Oficina de Compostagem – Cooperativa de Trabalhadores em Agroecologia Floreal.

Apresentação Cultural: Dança Flamenca – A Dança Flamenca de caráter forte, é originária da Andaluzia, Sul da Espanha. Utilizam-se castanholas. Prof.ª Izabel Moratti.

Oficina de Bijuterias de Sementes – com a artesã Ana Cristina de Oliveira Lula.

Só Tecido – oficina de embalagem para presente com tetra Pack.

Oficina de Artesanato – produção de Descanso de copo, com a artesã Regina.

Laboratório de Artes – Wilson Cruz – confecção de bolsa, porta-moedas, quadros, biju e cortinas.

Trilha do SESC - Visita orientada por um educador ambiental pelos espaços do SESC Tijuca, com o objetivo de conhecer a fauna e a flora do local, identificando as diferentes espécies e suas curiosidades.


Exposição da Escravidão à Abolição

Espaço LOGOS e SESC convidam para a exposição que relata a vinda do negro para o Brasil colonial e sua luta pela abolição. Dias: 10,11, 12 e 13/05 de 13:30 às 16:30 no Espaço Ecológico- SESC Tijuca.









Peça de teatro: "Sonhos Para Vestir"


Criada pela atriz e autora Sara Antunes e pela artista plástica Analu Prestes, a peça dirigida por Vera Holtz se passa durante a noite, quando uma mulher insone, em estado de devaneio, tem uma viagem sensorial, e compartilha seu diário e suas cartas com o público.


- Espaço das Artes de AaZ
Rua Araújo Pena 88, Tijuca.

Chapeuzinho Vermelho e o Lobo Mau

Horário: Sábados e domingos às 16h30min.
Ingresso: (inteira)R$ 20,00. Imprima seu cupom de desconto pelo site:
http://www.espacodasartesaz.com.br/
Tel. 3872-3735.
Duração: 50 minutos.
Temporada: 14 de maio a 31 de julho 2011.

Sinopse: Uma menina muito sapeca, ganha de sua avó um lindo Chapéu vermelho, com uma capinha. A menina adorou o presente e de tanto usá-lo, todos apelidaram de Chapeuzinho Vermelho. Um dia sua vovó ficou doente e a menina foi visita-lá levando uma cesta de doces para ela. No caminho encontra um lobo muito malvado que tenta engana - lá, para chegar primeiro na casa da vovó, mais o Teco descobre o plano e avisa o caçador, juntos tentam capturar o lobo em uma grande aventura com muito humor.


- Teatro Henrique Brieba (Tijuca Tênis Clube)
Rua Conde de Bonfim, 451


A Falecida
               

Sinopse: Maracanã lotado na final do campeonato do Rio de Janeiro. Apostas são feitas regadas a cerveja nos botecos da cidade. Ao mesmo tempo um enterro acontece... Entre lamentações e gritos de gol acompanhamos a tragédia de Zulmira, uma jovem convertida que prepara para si um enterro glorioso... Tuninho, marido de Zulmira, dividido entre o jogo no estádio, o velório e revelações bombásticas, vê as certezas de sua vida desaparecerem. Uma das mais divertidas tragicomédia de Nelson Rodrigues.

Sábados e domingos - 20 horas, de 07 a 29 de maio de 2011.

Os ingressos: R$ 20,00 inteira -  meia entrada para estudantes, idosos, classe artística, sócios do clube e lista amiga enviando nomes para barcarolateatro@gmail.com.

Léa, Cléa e Azaléia

A Companhia dos Novos apresenta a peça Léa, Cléia e Azaléia, com texto de Luciano Rocha, Direção de Jhonas Araújo e Co-Direção de Vivian Rodrigues, com Jhonas Araújo, Douglas André, Bruno Carvalho, Caco Rodrigues, João Vicente Bessa e Evandro Machado.

A peça narra a vida de três irmãs: Léa(Jhonas Araújo), uma “piriguete” candidata a dançarina de bandas de pagodes, Funk ou Escolas de Samba; Cléia (Douglas André), uma péssima atriz iniciante;e Azaléia (Bruno Carvalho), uma jovem que pretende ser modelo mesmo não tendo predicados para tal. As três irmãs sonham com um futuro profissional de sucesso e um grande amor. Escancaradas e algumas vezes desequilibradas, as irmãs Léa, Cléia e Azaléia são uma boa dica para rir. Afinal rir é um ótimo remédio.

Horário: todas as sextas-feiras de maio e junho de 2011, às 20h
Ingresso: R$ 20 Gênero: Comédia Informação: (21) 3294.9300 / (21) 9932.6219

A  Bela e Fera

Clássico infantil no Teatro Henriqueta Brieba mostra que a beleza não importa.

O musical conta a história de um príncipe que, por seu egoísmo, foi amaldiçoado. A saída para desfazer o feitiço é encontrar o amor verdadeiro. Nesse contexto, aparece a Bela que, com o tempo, passa a admirar e amar a Fera por sua verdadeira beleza, a interior.

Sábados e domingos, às 17h, até 29 de maio.
Tel. 3294-9300


- Teatro Ziembinski
Rua Heitor Beltrão S/N, Tijuca – em frente ao metrô São Francisco Xavier

Roliúde

O espetáculo Roliúde conta a vida de Bibiu, um sertanejo típico que ganha a vida contando histórias pelas ruas e praças públicas do Brasil. Mas suas histórias são bem peculiares, nada mais, nada menos que os maiores clássicos do cinema mundial, como Casablanca, E o vento levou, King Kong, Em busca do ourou entre outros. Com seu ponto de vista bastante pitoresco, ele mostra o que as famosas “fitas” têm em comum com sua vida, e vice-versa. Em um palco quase nu, o espetáculo é uma referência ao trabalho original do contador de histórias, cuja arte se resume a ele, e nada mais.

É uma tradição oral, exigindo que o ator desempenhe diversos papéis, crie imagens na mente do espectador, faça sua própria sonoplastia. E eis que surgem, no mesmo palco, o poderoso chefão, Marilyn Monroe, Rick Blaine, Scarlett O’Hara e muitos outros ícones do cinema, na visão de um sertanejo malandro e arlequinesco.

A comédia é uma adaptação para os palcos de Roliúde, um romance pitoresco, aventuroso e cinematográfico do consagrado escritor e jornalista pernambucano Homero Fonseca.

Sexta à domingo, 20 horas
De 6 a 29 de maio
R$30 (inteira)
(21) 2254-5399
www.roliude.com.br

12 de mai de 2011

Cinema de graça na Tijuca? Tem sim senhor!



Você sabe o que são cineclubes? Não? Então dá uma olhada na postagem feita aqui no TijuCultural sobre isso: http://tijucultural.blogspot.com/2010/04/sobre-cineclubes.html


Pois é, essa é uma grande chance de você assistir a muitos filmes de forma gratuita, democratizada, e aqui na região mesmo há algumas opções.

A UERJ tem seu próprio cineclube, mais voltado para a área acadêmica, e a programação sempre é postada no blog deles: http://cineartesuerjcineclube.blogspot.com/. A última exibição foi em abril, seguida de debate.

Já o SESC Tijuca sempre contou com algumas iniciativas em sua unidade: por lá já passou o Cineclube Phobus, que já não faz mais parte da programação. Hoje em dia há o Cineclube Tijuquinha, voltado ao público infantil, sempre aos sábados, 13h30, e o Cine Como Le Gusta, cuja programação de maio segue abaixo:


"CINE COMO LE GUSTA apresenta VIDA URBANA"

No mês de maio, o Sesc Tijuca apresenta a Vida Urbana. Filmes que oferecem um painel da diversidade urbana no Brasil contemporâneo em épocas e contextos distintos, transitando entre ficção, documentário e animação. As angústias, lutas e buscas dos personagens da cidade contadas por variados diretores. Na abertura de cada sessão, damos continuidade aos curtíssimas metragens do Festival do Minuto, mostrando o frescor e a criatividade dos novos profissionais do cinema brasileiro.

7/5, 15h
EDIFÍCIO MASTER. Dir. Eduardo Coutinho. Brasil, 2002. Durante sete dias, uma equipe de cinema filmou o cotidiano dos moradores do Edifício Master, situado em Copacabana, a um quarteirão da praia. O prédio tem 12 andares e 23 apartamentos por andar. Ao todo são 276 apartamentos conjugados, onde moram cerca de 500 pessoas. Eduardo Coutinho e sua equipe entrevistaram 37 moradores e conseguiram extrair histórias íntimas e reveladoras de suas vidas. Na abertura da sessão MELHORES MINUTOS DE 2007. Classificação Livre.


14/5, 15h
SOLIDÕES URBANAS. Curtas. Brasil. Visões pouco alentadoras da vida na metrópole utilizando da linguagem cinematográfica para problematizar a experiência urbana na contemporaneidade. A Voz da Felicidade. Dir. Nelson Nadotti. (RS, 1987), Seu Pai Já Disse Que Isso Não é Brinquedo. Dir. Kiko Mollica (SP,2003), Ângelo Anda Sumido. Dir. Jorge Furtado (RS,1997), Invisíveis Prazeres Cotidianos. Dir. Jorane Castro (PA,2004), Sistema Interno. Dir. Carolina Durão (RJ, 2007,Ficção), Animadores. Dir. Allan Sieber (RJ,2008). Na abertura da sessão MELHORES MINUTOS DE 2007. Classificação 16 anos.

21/5, 15h
SÃO PAULO SOCIEDADE ANÔNIMA. Dir. Luiz Sérgio Person. Brasil, 1965. Grande painel sobre o impacto das transformações sociais e econômicas na cidade de São Paulo provocadas pelo surto da implantação da indústria automobilística no Brasil, sob a ótica de um indivíduo em ascensão. Após casar-se, ter amantes e progredir socialmente, unindo-se a um empresário do setor automobilístico, ele entra em crise e tenta abandonar sua carreira e sua vida conjugal. Na abertura da sessão MELHORES MINUTOS DE 2007. Classificação 12 anos.


28/5, 15h
A CIDADE E SEUS PERSONGENS. Curtas. Brasil. Documentários, animação e um filme de ficção com estilos bastante diferentes compondo este programa. Oficina Perdiz. Dir. Marcelo Díaz (DF,2006), Paola. Dir. Eduardo Chaves (PB,2004), Na Corda Bamba. Dir. Marcos Buccini (PE,2006), Lurdinha a Vendedora de Ilusões. Dir. Cesar Cavalcanti (SC,2007), Porr Gentileza. Dir. Dado Amaral (RJ,2002), Truques, Xaropes e Outros Artigos de Confiança. Dir. Eduardo Goldenstein (RJ,2003). Na abertura da sessão MELHORES MINUTOS DE 2007. Classificação 12 anos.

O Centro de Referência da Música Carioca e o Centro Coreográfico também contam com exibição de vídeos, filmes e curtas em sua programação, mas não há uma periodicidade exata.

Conhece mais cineclubes na região? Coloque nos comentários abaixo.

Agora é só pegar a pipoca e curtir ;)

6 de mai de 2011

Hoje é dia de Geringonçar!

Venha para o Redemoinho Artístico!
DIA 06 DE MAIO, A PARTIR DAS 18H.

É artista? Quer mostrar seu trabalho ou simplesmente compartilhar? Venha Geringonçar!

Entendendo as expressões artísticas como ponte imediata que liga o sujeito com o mundo ao seu redor, o Geringonça se apresenta como um abrigo para as mais diferentes linguagens e manifestações.

Poesia, música, teatro, cinema, artes plásticas, dança - onde, através do encontro criativo das obras, os jovens têm a oportunidade de se conhecerem e de se reinterpretarem.

E você? Faz alguma arte? Quer espaço pra discutir e se apresentar? Apareça!

Com Participação das bandas: UNIVERSO 17', CRETINA, PETER MC e LANÇAMENTO DO FANZINE LET'S GO!

GRÁTIS!

Informações:
Sesc Rio - Unidade Tijuca
Rua Barão de Mesquita, 539. Tijuca.
Tel.: (21) 3238-2076/3238-2168
E-mail: tijuca.geringonca@sescrio.org.br